quinta-feira, 18 de outubro de 2007

ANGOLA

Angola é um país da costa ocidental da África, cujo território principal é limitado a norte e a leste pela República Democrática do Congo, a leste pela Zâmbia, a sul pela Namíbia e a oeste pelo Oceano Atlântico.
Uma antiga colônia de
Portugal, foi colonizada no século XV, e permaneceu como sua colônia até a independência em 1975.




Até o contato com os portugueses no século XV, a região é habitada por tribos que praticam agricultura itinerante e criação de animais e pagam tributos ao Reino do Congo.
A colonização portuguesa funda cidades, como Luanda, em 1576, e Benguela, em 1617, que servem de base para o comércio de escravos.
Entre os séculos XVI e XIX, cerca de 3 milhões de angolanos são enviados como escravos para o Brasil. Explorando rivalidades tribais, os portugueses expandem seus domínios.
As fronteiras oficiais são estabelecidas na Conferência de Berlim (1884-1885), que define a partilha da África entre potências européias.






Luta anti-colonial

A intransigência do colonialismo português na manutenção das províncias ultramarinas desperta, a partir de 1961, conflitos armados organizados pela União dos Povos Angolanos (UPA). A luta anti-colonial divide-se em três grupos que refletem diferenças étnicas e ideológicas:
1.o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), multirracial e marxista pró-URSS, com predomínio da etnia quimbundo;
2.a Frente Nacional para a Libertação de Angola (FNLA), anticomunista, sustentada pelos EUA e pelo ex-Zaire, com suas bases na etnia bacongo (norte do país); maoísta
3.e a União Nacional para a Independência Total de Angola (Unita), inicialmente de orientação , mas que depois se torna anticomunista e recebe o apoio da África do Sul. Tem forte presença da etnia ovimbundus (centro e sul).



Cartazes de 1975














Música- Esperança Moribunda:
http://www.4shared.com/file/26620879/e4187f94/Don_Kikas_-_Chora_Por_Angola.html

Letra:

http://vagalume.uol.com.br/don-kikas/esperanca-moribunda-parte-2.html


O conflito em Angola, país ao sudoeste da África, tem início em 1975 entre as forças da MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), governos de orientação marxista e formada pela etnia umbundus e mulatos sob a liderança de Agostinho Neto e a UNITA (União Nacional para Independência Total de Angola) anticomunista, formada principalmente por ovimbundus, a maior etnia de Angola, com liderança de Jonas Savimbi. Neste conflito já morreram mais de1 milhão de pessoas.No poder atualmente encontra-se o MPLA que tem como presidente do país, José Eduardo dos Santos. Os rebeldes de Jonas Savimbi atuam a 27 anos, promovendo atos terroristas visando desestabilizar o governo: sabotagens, destruição de torres de alta tensão, condutores de água e contrabando de diamantes.Essa guerrilha (UNITA) controla a área de exploração de diamantes.

Os lucros obtidos da exploração de diamantes permitem contratar mercenários e tornar eficiente suas ações.Desde 1997 existe no país uma missão de observação da ONU a ação dos rebeldes recebeu um duro golpe com a morte de Jonas Savimbi em confronto com o Exercito angolano em 22 de Fevereiro de 2002. Três semanas após a morte de Savimbi, os líderes da UNITA e do governo angolano deram início ás conversações de paz. Os resultados dessas conversações culminaram com a assinatura, em 04 de Abril de 2002, de um cessar-fogo, no qual os líderes, Agostinho Neto (governo) e Paulo Lukamba Gato (UNITA) puseram fim a quase 27 anos de guerra.

Componentes:

Luana

Fabiana

Isabela

Natália Ferreira

Jackeline

Gabriela




















2 comentários:

bela disse...

Bom pessoal...
esse é o nosso trabalho de história...
espero q vcs gostem, pois está muito belo...
bjão
Isabela

História da Africa disse...

Realmente está sim muito bom! gostei da música e do vídeo! A nota é 10! Beijos
Andréa Aguiar